Sindjus-DF se reúne com entidades para organização do ato em defesa da Justiça do Trabalho

 

Nessa quarta-feira (30/01), na sede da Anamatra, o Sindjus-DF participou de reunião conjunta com outras entidades organizadoras do Ato Nacional em Defesa da Justiça do Trabalho, que será realizado no Auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, no dia 05 de fevereiro, a partir das 14h. Participaram pelo Sindjus-DF os coordenadores-gerais Abdias Trajano e Costa Neto, que também representou a Fenajufe juntamente com Adilson Rodrigues e Gláucio Luiz. Presentes também Guilherme Feliciano, Paulo da Cunha e Janaína Demboski (Anamatra), Ângelo Costa e Helder Amorin (ANPT), e Alessandra Camarano (ABRAT).

O objetivo da reunião foi discutir detalhes sobre o formato do ato, bem como estratégias para sua realização.
O ato tem quatro pilares, sendo eles os seguintes: (1) são falsas as alegações de que a Justiça do Trabalho existe somente no Brasil; (2) a Justiça do Trabalho não deve ser “medida” pelo que arrecada ou distribui, mas pela pacificação social que promove; (3) a Justiça do Trabalho tem previsão constitucional e não pode ser suprimida por iniciativa do Executivo ou do Legislativo; e (4) a supressão ou absorção da Justiça do Trabalho representaria grave violação à cláusula constitucional e convencional de vedação do retrocesso social.

O Sindjus-DF aproveita para reforçar a convocatória aos servidores do Poder Judiciário e do MPU no Distrito Federal, destacando a importância de unirmos forças para mostrar à sociedade a importância e necessidade da Justiça do Trabalho para o país. Servidores, magistrados, membros do MPU e advogados estarão juntos na mesa de abertura do evento. O Sindicato oferecerá transporte para os interessados, saindo do TRT-10, Varas Trabalhistas/PRT da 513 Norte e do TST para o Congresso Nacional.

 

 

0 14visualizações hoje