Jornal de Brasília: Maioria é favorável à redução

Uma prévia realizada pelo
Departamento Intersindical
de Assessoria Parlamentar
(Diap) mostrou a tendência
de votação na comissão
especial da Proposta
de Emenda à Constituição
(PEC) 231/95, dos ex-deputados
e atuais senadores
Inácio Arruda (PCdoB/CE)
e Paulo Paim (PT/RS), que
dispõe sobre a jornada máxima
de trabalho de 40 horas
semanais. Segundo a pesquisa,
o colegiado conta com
a maioria de seus integrantes
a favor da redução da jornada
laboral.

A comissão especial,
criada em 25 de fevereiro de
2008, e instalada de fato
somente no dia 16 de dezembro,
não recebeu propostas
de alteração no prazo
regimental. Composta de 16
deputados titulares e igual
número de suplentes, o colegiado
disporá de 40 sessões
para concluir os trabalhos.
Nesse prazo, deve realizar
audiências e votar o parecer
do relator, deputado Vicentinho
(PT/SP), que é a favor
da matéria. O presidente do
colegiado, deputado Luiz
Carlos Busato (PTB/RS)
considera “inevitável” que os
debates sejam afetados pela
crise financeira mundial. Porém,
acredita que esse fator
terá influência limitada, pois
a comissão pretende elaborar
uma lei “definitiva”.

Fonte: Jornal de Brasíla

🔥7 Total de Visualizações