Em vez de GD, uma GR


O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do DF (Sindjus) levará ao Supremo Tribunal Federal (STF) exposição de motivos sobre a proposta dos diretores-gerais de criar uma Gratificação por Desempenho (GD) para o Judiciário. A audiência do coordenador-geral do sindicato, Roberto Policarpo, com o ministro Gilmar Mendes deverá ser agendada para a última semana de julho, quando o presidente do Supremo retorna do recesso. Policarpo considera que todos os elementos de carreira devem ser discutidos de forma ampla, sem resumir os pleitos a um componente financeiro. Para defender os interesses dos servidores, o sindicato apresentou uma contraproposta baseada, principalmente, na substituição da GD pela Gratificação de Representação. A GR, estipulada em um percentual de 35% sobre o vencimento básico, seria paga aos servidores que não têm CJ ou FC. Desta forma, a GAS e a GAE seriam preservadas.

Publicado dia 15.07.09 na coluna Ponto do Servidor do Jornal de Brasília.

🔥64 Total de Visualizações