Correio Braziliense: Homenagem no STF

Celso de Mello completa duas décadas de atuação como ministro da mais alta Corte de Justiça do país e tem dedicação exaltada por colegas e autoridades

Ministro mais antigo do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello recebeu homenagem dos colegas ontem. O decano completou 20 anos na mais alta Corte de Justiça do país na última segunda-feira. Ele ocupa uma das 11 cadeiras do Supremo desde 1989, quando foi indicado pelo então presidente da República, José Sarney.

Durante a sessão plenária de ontem à tarde, o presidente do Supremo, Gilmar Mendes, ressaltou a atuação firme do magistrado na defesa dos princípios do direito e da Justiça. E disse ser inquestionável a contribuição de Mello para consolidar a visão que o homem comum tem do tribunal. “É à luz de exemplos como o que hora se homenageia que se constroem os valores fundamentais de uma nação cuja fortuna é ser cada vez mais democrática, progressista e justa”, afirmou Mendes.

Na homenagem, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, destacou o conhecimento profundo que Celso de Mello tem da história do Supremo. Na avaliação dele, o ministro é “a verdadeira memória viva da jurisprudência e da história da Corte Suprema, sendo capaz de analisar com profundidade os mais variados temas das mais variadas searas do conhecimento humano”.

Representante da Advocacia-Geral da União (AGU), Gracie Maria Fernandes Mendonça lembrou que os votos do ministro são verdadeiras lições. “Desejamos a continuidade dessa brilhante carreira, sempre pautada na defesa irrestrita da ordem pública e do Estado Democrático de Direito”, disse Gracie.

Exposição

Após a sessão, foi inaugurado o novo espaço cultural do Supremo Tribunal Federal. Uma exposição com fotos e objetos da trajetória de Celso de Mello foi montada no local, batizado de Corredor Cultural por ficar na passagem subterrânea que liga dois prédios do STF.

É à luz de exemplos como o que hora se homenageia que se constroem os valores fundamentais de uma nação”

Ministro Gilmar Mendes, presidente do STF

Fonte: Correio Braziliense

🔥10 Total de Visualizações