Enquete sobre punição a atos de homofobia: dê a sua opinião

O site do Senado Federal colocou no ar uma enquete a respeito do projeto de lei 122/2006, que pune a discriminação contra homossexuais e os atos de homofobia. Os que concordam com a aprovação da lei, ou seja, os que apoiam a punição de quem agride, humilha ou discrimina pessoas por causa de sua opção sexual, devem votar “sim”. Os que acham que tudo deve continuar como estar votam “não”.

Por incrível que pareça, o “não” está ligeiramente à frente na contagem dos votos (51,89% no dia 23/11, segunda-feira). Esse resultado parcial motivou, no último final de semana, uma onda de manifestações espontâneas por e-mail, com a divulgação da existência da enquete e dos motivos para votar “sim” (para votar, clique aqui ).

Uma das entidades que fazem campanha pela aprovação do PL 122/2006 é o Grupo Arco-Íris. Em defesa da nova lei, a ONG explica que ainda não há proteção específica na legislação federal contra a discriminação por orientação sexual e identidade de gênero: “Por isso, cerca de 10% da população brasileira (18 milhões de pessoas) continuam a sofrer discriminação (assassinatos, violência física, agressão verbal, discriminação na seleção para emprego e no próprio local de trabalho, escola, entre outras), e os agressores continuam impunes.”

Segundo afirma o Grupo Arco-Íris, a violência não atinge só os gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais: “Por estarmos todos inseridos numa dinâmica social em que existem laços afetivos, de parentesco, profissionais e outros, essa discriminação extrapola suas vítimas diretas, agredindo também seus familiares, entes queridos, colegas de trabalho e, no limite, a sociedade como um todo.”

🔥11 Total de Visualizações