STF acena com reuniões importantes para aprovação do PCCR

Supremo poderá agendar reuniões com presidentes da Câmara e do Senado Federal

Às vésperas do reinício do Ano Legislativo, o Sindjus já começou a se mobilizar para que a aprovação dos PLs 6613 (servidores do Poder Judiciário) e 6697 (Ministério Público da União) ocorra ainda neste semestre. Hoje, no abertura do ano Judiciário, o coordenador-geral do Sindjus se reuniu com o diretor-geral do Supremo, Alcides Diniz, para sugerir que o DG leve ao presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, um pedido da categoria: que ele converse com os presidentes da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP) e do Senado, José Sarney (PMDB-AP) e com o Executivo para que os projetos de revisão salarial do Poder Judiciário e do MP sejam votados e aprovados antes do recesso do meio do ano.

Policarpo informou que o diretor-geral do STF garantiu a ele que conversaria com Gilmar Mendes ainda hoje e faria todo esforço possível para que as reuniões fossem agendadas o mais breve possível. Segundo Policarpo a expectativa do Sindjus é que o projeto seja votado antes de o ministro Gilmar Mendes deixar o cargo de presidente do STF, o que ocorrerá na última semana de abril, quando o cargo será ocupado pelo ministro César Peluso.

Policarpo afirmou ainda há uma situação favorável à luta e à aprovação dos projetos de revisão salarial em todo o país, com os dirigentes sindicais fazendo contatos com parlamentares, em busca de apoio. Ele citou como exemplos, os casos do Amazonas, Ceará e Bahia, que já anunciaram o empenho das bancadas em suas bases pela aprovação dos PLs. “Temos muito trabalho pela frente e os sindicatos devem permanecer mobilizados em defesa de nossos projetos. O trabalho será intenso para que a revisão seja aprovada ainda neste semestre”, concluiu Policarpo.

🔥24 Total de Visualizações