Entidades se reúnem para o Panelaço pela Saúde Mental no Distrito Federal

Neste sábado (dia 6), a partir das 9h, será realizado o Panelaço pela saúde mental no Distrito Federal, em frente ao Hospital Regional da Ceilândia. O movimento é organizado pela Rede Social de Ceilândia, com apoio da Comunidade e do Sindjus.

Com o objetivo de sensibilizar a comunidade, autoridades e a Secretaria de Saúde, sobre o caos e desordem que se encontram os tratamentos para a saúde mental no Distrito Federal.

O Sindjus acredita que o tratamento da saúde mental no DF tem que ser revisto e melhorado, os doentes mentais não podem ser trados com descaso e ainda serem rejeitados pela sociedade.

Rede Social da Ceilândia surgiu em 2008 e é um movimento que reúne instituições, entidades e atores sociais com os objetivos de viabilizar sua interação, integração e a ação conjunta, trocar experiências, compartilhar informações, possibilitar à comunidade maior conhecimento de seus direitos, criar parcerias, incorporar as lideranças na rede, fortalecer os movimentos sociais, incrementar a participação comunitária e apoiar a reinvenção da comunidade por meio do exercício de novas práticas que criem solidariedade.

Recentemente, a Secretaria de Saúde implantou um Caps que está funcionando em algumas salas do Centro de Saúde n.º 1 de Ceilândia. O atendimento está precário, faltando espaço e profissionais. O Caps em questão destina-se apenas a pessoas com transtornos advindos do abuso de álcool e outras drogas, não sendo suficiente para toda a demanda e mantendo as pessoas com transtorno mental dependentes do Hospital São Vicente de Paulo, o qual, segundo a legislação local, deveria ter sido extinto – e substituído por outros serviços – há mais de dez anos (Lei Distrital 975, de 1995).

🔥11 Total de Visualizações