Greve: Aprovação do PL 6613/09 na CTASP estimula categoria a permanecer mobilizada

Mesmo cansados devido ao trabalho parlamentar realizado pela manhã na CTASP (Comissão de trabalho, de Administração e Serviço Público) pela aprovação do PL 6613/09, os servidores da Justiça em greve lotaram na tarde de ontem (16/6) a Praça dos Tribunais para a realização de um ato público. A avaliação dos diretores do Sindjus foi a de que ontem foi dado um passo importante na luta pela conquista do PCCR, mas que muito ainda deve ser feito.

“Impomos uma derrota ao governo ao aprovamos hoje, na Comissão do Trabalho, o PL 6613/09. Temos, no entanto, de nos mantermos mobilizados para exigirmos desse mesmo governo mais respeito à categoria e, também, que a cúpula do poder judiciário tenha o mesmo empenho que ela teve para aprovar o reajuste da magistratura”, defendeu o coordenador-geral do Sindjus Berilo Leão.

Ele incentivou cada um dos presentes a convidar, pelo menos, mais cinco colegas para participar nesta quinta-feira(17/6), às 15h, de um ato no STF (Supremo Tribunal Federal). “Vamos conversar com quem está fazendo greve de pijama, fazer arrastões nos prédios e reforçar os piquetes. Estamos muito próximos da vitória, mas o fim da nossa greve vai depender da força que demonstrarmos agora”, argumentou.

No ato público marcado para hoje (17/06), a categoria vai reivindicar do presidente do STF, ministro Cezar Peluso, que ele cumpra a palavra e vá ao presidente Lula negociar a aprovação do PL 6613/09. De acordo com informações obtidas pelo Sindicato, as negociações entre os diretores-gerais dos tribunais superiores e o secretário-executivo do Ministério do Planejamento, João Bernardo, já avançaram até onde podiam ir. É preciso que haja uma ação política e ela só ser tomada pelo presidente do STF, em contato direto com o presidente Lula.

Após a realização do ato na Praça dos Tribunais, diretores do Sindicato realizaram reuniões setorizadas com os servidores para organizar a continuidade da mobilização. No TST (Tribunal Superior do Trabalho), por exemplo, serão realizados piquetes entre às 10h e o meio-dia.

🔥14 Total de Visualizações