Proximidade do recesso parlamentar faz greve aumentar

O recesso parlamentar se dará no próximo dia 17 de julho, os deputados tem até o dia 16 de julho para votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e iniciar as férias de julho. Tendo em vista a proximidade do recesso da Câmara dos Deputados os servidores do Judiciário e do MPU, em greve, irão adotar uma nova estratégia hoje (dia 21).

Os servidores, em greve, irão abordar os colegas; ainda indecisos em aderir ao movimento, de modo a explicar como está a greve e o porquê eles devem aderir e sugerir ainda que estes discutam com mais colegas, nos diversos locais de trabalho, para que o movimento ganhe mais força. Na semana passada o PL 6613/09 chegou a Comissão de Finanças e Tributação (CFT), agora a pressão dos servidores irá ditar os próximos passos das negociações. O Judiciário e o MPU devem negociar com o Executivo e isso só irá ocorrer com pressão e muita união.

O Sindjus interpôs recurso de agravo a decisão do STJ de limitar a greve no TSE. Segundo a petição do Ministro Castro Meira devem ser mantidas equipes, com no mínimo 80% dos servidores, em cada local de atuação da Justiça Eleitoral, sob pena de multa. A decisão é um desrespeito ao direito de greve dos servidores da Justiça Eleitoral.

Hoje (dia 21), os servidores irão se reunir na Praça dos Tribunais, às 15h para realizar uma passeata. A cada dia nossa vitória esta mais próxima, então a presença dos servidores é muito importante. Compareçam!

🔥29 Total de Visualizações