Categoria decide suspender a greve

Em assembleia realizada na tarde de hoje (8), a categoria decidiu suspender a greve, iniciada há 44 dias, mantendo-se em estado de greve. Indicativo de nova assembleia foi aprovado para agosto, para avaliar a necessidade de retomada do movimento paredista. Durante todo esse período, o Sindjus buscará todas as interlocuções possíveis para construir uma proposta definitiva para a implantação do PCCR.

Conforme afirmou o ministro Lewandowski em reunião com o Comando Nacional de Greve realizada ontem, os parâmetros do Judiciário são manutenção da tabela como está no PL, implantação a partir de janeiro de 2011 e possibilidade de parcelamento em até 4 vezes semestrais. Desses parâmetros, está pendente a forma de implantação, que foi objeto da reunião de ontem entre os representantes dos servidores com o ministro do Planejamento Paulo Bernardo, que infelizmente se manteve irredutível na linha de adiar o fechamento da proposta.

Além disso, a direção do Sindjus entende que a conjuntura local não justifica a manutenção da greve neste período, em que tanto os tribunais superiores quanto o Congresso Nacional estão em recesso.

“O Sindjus não deixará de fazer o que for necessário, dia e noite, para a construção definitiva desta proposta. Agora é preciso recuperar o fôlego e, se necessário, voltar com uma greve ainda mais forte e com a categoria mais unida em agosto.”, afirmou o coordenador-geral do Sindjus.

🔥7 Total de Visualizações