Setembro é o mês da inclusão no TJDFT

TJDFT celebra, durante o mês, o Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência

No dia 21 de setembro se comemora o Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência. Atento às necessidades dessas pessoas, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios vai celebrar essa data durante todo o mês de setembro.

O evento principal de comemoração será nos próximos dias 21 e 22/9 com a mostra de arte DIVERSIDARTE. Promovida pelo Núcleo de Inclusão do TJDFT (NIC), a exposição contará com trabalhos de artistas da Casa e de fora, com e sem deficiência.

Uma das artistas é a servidora do Senado Federal Maria Cristina Portella de Azevedo. Ela faz quadros acessíveis para deficientes visuais. Os quadros apresentam relevo, texturas diferentes e até aromas para que os cegos toquem, sintam e imaginem a arte.

O escultor Flávio Luís da Silva e a ceramista Marta Ruffone também vão expor seus trabalhos no evento. Ambos pertencem à Associação Brasiliense de Deficiente Visual. Além deles, três servidores do TJDFT vão mostrar sua arte: as escultoras Adáuria Amarilda e Anágela Aparecida Silveira Sá e o Artista Plástico Marco Aurélio Bomfim.

Outras ações ainda vão fazer parte das comemorações do mês da Luta da Pessoa com Deficiência. A Assessoria de Comunicação do Tribunal entrevistou algumas pessoas com deficiência que são servidores da Casa. A intenção é mostrar um pouco da rotina de trabalho e da experiência de vida dessas pessoas como exemplo de superação e luta.

Uma vez por semana, durante todo este mês, uma dessas entrevistas estará disponibilizada em texto e vídeo na Intranet do TJDFT. Além disso, quinzenalmente, também vão ser publicados pequenos textos dando dicas de como lidar com as pessoas com deficiência. A série Dicas de Inclusão ficará disponível nas últimas notícias e no Espaço Acessibilidade na Intranet.

Núcleo de Inclusão

Criado em julho de 2009, por meio da Portaria GPR Nº 811, de 3 de julho de 2009, o Núcleo de Inclusão (NIC) do TJDFT é o setor responsável por planejar, implementar e promover ações integradas para viabilizar a efetiva inclusão de pessoas com deficiência nas dependências do Tribunal.

O NIC é subordinado à Presidência do TJDFT e coordenado pela servidora Maria José Barbosa da Silva. O Tribunal é o primeiro a contar com uma estrutura específica para promover a inclusão social das pessoas com deficiência.

Fonte: TJDFT

🔥15 Total de Visualizações