Em Brasília, 223 servidores tomam posse no Ministério Público da União

No evento, procurador-geral da República destacou que os novos servidores compartilhariam da missão da instituição, que é servir à sociedade.

Aprovados no 6º Concurso Público do Ministério Público da União (MPU) para os cargos de analista e técnico e nomeados pela Portaria nº 33/2010, os novos servidores começaram a tomar posse nos cargos hoje, 19 de novembro. Em Brasília, a posse coletiva dos servidores aconteceu no auditório Juscelino Kubitschek, da Procuradoria Geral da República (PGR).

Durante a solenidade, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, afirmou que a chegada dos novos servidores é um momento de extrema importância. Parabenizando os nomeados, o PGR comentou que o Ministério Público é uma instituição única na sociedade brasileira, concebida pelo constituinte para servir à sociedade e que, agora, eles compartilhariam a sublime missão da instituição.

Gurgel destacou que, a partir daquele momento, os novos servidores deveriam lembrar que assumiam não apenas um emprego ou um rótulo. “Não esqueçam que todos nós, procuradores e servidores, somos servidores públicos. Portanto, existimos para servir ao público, para servir à sociedade. Esse é um aspecto fundamental e que deve estar presente no cotidiano de vocês, em cada dia de trabalho de vocês, em cada tarefa realizada.”

No evento, foram empossados 146 novos servidores para o Ministério Público Federal, 40 para o Ministério Público do Trabalho, 31 para o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, 2 para o Ministério Público Militar e 4 para o Conselho Nacional do Ministério Público.

O procurador-geral de Justiça Otávio Brito ressaltou que os servidores ingressam numa instituição respeitável e que o trabalho que eles irão realizar é de extrema importância, pois as atribuições do Ministério Público e as demandas da sociedade por cidadania e democracia têm crescido a cada dia.

Cláudia Márcia Luz, procuradora-geral da Justiça Militar, lembrou que os nomeados foram candidatos vitoriosos num dos concursos mais concorridos do país e que eles seriam parte de um grupo seleto de profissionais que trabalham ao lado de agentes públicos, com a missão primordial de lutar pela promoção e preservação da dignidade humana.

Para a procuradora-geral do Ministério Público do DF e Territórios, Eunice Carvalhido, todos aqueles que constroem o Ministério Público têm uma função importante a desempenhar, sendo absolutamente indispensáveis à vida administrativa da instituição e às funções ministeriais.

Em todo país, mais de mil aprovados foram nomeados para os diversos cargos das carreiras de técnico e analista do MPU. Nos estados, as posses acontecem nas unidades de lotação dos quatro ramos, espalhadas pelo Brasil.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social Procuradoria Geral da República

🔥43 Total de Visualizações