Sessão solene comemora Dia da Eliminação da Discriminação Racial na Câmara

No dia 21 de março o mundo inteiro comemorou o Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial. A data, estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) desde 1976, lembrou este ano os 51 anos do massacre de manifestantes que protestavam contra o regime do apartheid, então vigente na África do Sul.

Para marcar o dia, a Câmara dos Deputados realizará, às 15h desta sexta-feira (25), uma Sessão solene no Plenário Ulysses Guimarães. O coordenador-geral do Sindjus, Cledo Oliveira, parabenizou a iniciativa dos deputados. “A questão do racismo no Brasil é muito complicada porque ele é bem velado. Nos momentos de raiva ele florece com muita facilidade por meio de insultos e agressões verbais”, disse o diretor que lembrou o recente caso do torcedor que ofereceu bananas ao jogador brasileiro Roberto Carlos, que atualmente joga no Zenit São Petersburgo, time de futebol Russo. “As pessoas no Brasil condenaram essa atitude como se aqui não houvesse esse tipo de agressão. Não jogamos bananas, mas ao mesmo tempo fazemos uma agressão psicológica quando não damos oportunidades para que os negros cresçam na nossa sociedade”, disse o coordenador.

Cledo destacou também a ausência de negros nos cargos de poder. “Só no governo Lula que tivemos o primeiro ministro negro no Supremo Tribunal Federal. Atualmente não temos nenhuma mulher negra em altos cargos dos tribunais superiores. Só isso já demonstra que existe claramente um apartheid velado no Brasil”, acredita.

O coordenador-geral do Sindjus também lembrou a questão da violência contra os negros no país. “Todos apresentam um discurso de que no Brasil não existe preconceito e que somos todos miscigenados, mas a polícia sabe muito bem identificar quem são os negros no país”, afirmou Cledo, referindo-se ao índice de quase 90% de mortos negros em confrontos com a polícia.

O Brasil é um dos países que tem o maior contingente de descendentes de africanos no mundo e foi dos últimos países a abolir a escravidão.

🔥21 Total de Visualizações