Jornal de Brasília: De Toga

Juízes federais estão mesmo dispostos a cruzar os braços em todo o País no dia 27 de abril. A decisão foi tomada em defesa do cumprimento da decisão do Conselho Nacional de Justiça que garante simetria entre os regimes jurídicos da Magistratura e do Ministério Público Federal. A categoria também reivindica 14,6% de reajuste e mais segurança no desempenho de suas funções. A decisão é resultado de consulta feita pela Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), que conta com 1.632 associados, entre juízes na ativa e aposentados.

🔥11 Total de Visualizações