Planejamento assume que não tem competência para negociar com servidores dos demais poderes

O secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva, se reuniu com dirigentes da CUT, CTB e CSP/Conlutas e de mais 26 entidades nacionais dos servidores públicos e afirmou que o compromisso do governo é negociar apenas com as entidades do Executivo, excluindo as do Judiciário Federal e MPU e do Legislativo.

Duvanier informou que se algum acordo for fechado na mesa de negociação tratará apenas das entidades Poder Executivo devido à independência dos três poderes. “A mesa não é espaço para debates, mas de negociação sindical. Eu não tenho mandato do governo para negociar com outros Poderes”, disse.

Os servidores do Poder Judiciário e do Ministério Público vêm sendo constantemente alertados pelo Sindjus de que o governo não tem essa prerrogativa “ Alguns servidores atribuem a falas de integrantes do governo intenção de negociar com a categoria. A declaração de Duvanier é mais uma prova de que estamos no caminho certo e que devemos centrar nossa pressão no ministro Peluso”, afirma Berilo Neto.

🔥14 Total de Visualizações