Jornal de Brasília: Atividade reduzida

Depois de 11 anos, os juízes federais voltaram, ontem, a cruzar os braços por um dia. A paralisação teve a adesão da quase totalidade da categoria, com exceção do DF, onde a participação foi tímida. Nos próximos 90 dias, em nova assembleia, os juízes federais decidirão se fazem nova paralisação, se continuam a trabalhar normalmente ou se entram em greve. Mesmo com a paralisação, os juízes julgaram casos como relaxamento de prisões e autorizações para fornecimento de remédios ou realização de cirurgias. Por decisão do Conselho da Justiça Federal, o dia parado será descontado dos salários. Segundo o presidente da Associação dos Juízes Federais, Gabriel Wedy (foto), a entidade recorrerá recorrerá da decisão.

🔥18 Total de Visualizações