Servidores participam da paralisação no TRE, TSE e MPU com grande concentração, às 15h

Hoje, às 15h, os servidores do TRE, TSE e MPU realizarão duas grandes concentrações; uma será em frente ao TSE e a outra na PGR. O esforço concentrado é resultado das paralisações de 24 horas promovidas pelo Sindjus, desde terça-feira (dia 10), respeitando o calendário aprovado em assembleia geral realizada no último dia 3 de maio.

As assembleias seguem até o final da semana e a categoria promete, ainda, fazer uma paralisação geral no próximo dia 18. O objetivo dos atos realizados na tarde desta quarta-feira é a pressão juntamente aos presidentes dos Tribunais; TRE e TSE e do Procurador-geral do Ministério Público para que estes façam a interlocução entre Judiciário, MPU e o Executivo para que as dificuldades de aprovação dos PLs 6613 e 6697 sejam sanadas.

Vários esforços de negociação foram feitos pelo deputado federal Policarpo (PT-DF) após assumir a relatoria do PL 6613, mas a falta de empenho do Judiciário tem sido o verdadeiro motivo da negociação não iniciar. Desde dezembro em tramitação na Câmara do Deputados (os projetos 6613 e 6697 estão na Comissão de Finanças e Tributação), o Sindjus entende que a negociação está se arrastando e os dirigentes dos tribunais e do MPU não fazem nada a respeito.

“Recebemos uma promessa em 2010 de que as quatro parcelas, do reajuste de 56%, iniciariam após as eleições, mas o acordo não foi cumprido. Então, a categoria não agüenta mais esperar e não há outra forma de pressionar, senão com a greve. Não nos resta outra alternativa”, afirma o coordenador-geral do Sindjus, Berilo Leão.

Estão todos convidados a participar do grande ato, ás 15h, em frente ao TSE e para o MPU, na PGR. As paralisações seguem nesta quinta-feira para TJDFT e na sexta-feira para o STJ/TST.

🔥5 Total de Visualizações