Sindjus disponibiliza vídeos do 6° Congresso do Sindjus

Os dias 27 e 28 de maio de 2011 foram marcantes para a categoria de servidores do Judiciário e do MPU; uma nova história foi escrita e servirá de base para os novos caminhos a seguir. O Parlamundi sediou o 6° Congresso do Sindjus, que este ano contou com um número expressivo de delegados sindicais, eleitos pelos servidores, somando 231 representantes.

Com o tema “O que essa categoria faz? O que essa categoria pode fazer? Missão, ampliação de papéis, valorização”, trouxe a tona temas sobre valorização dos servidores e ainda os caminhos a serem percorridos para aprovação dos PLs 6613 e 6697. Além do debate, ao final foram definidos os principais encaminhamentos para elaboração do relatório do deputado Policarpo, relator do PL 6613 na Comissão de Finanças e Tributação (CFT).

“Além de discutir sonhos e desafios, tivemos a chance, de neste espaço democrático e plural, discutir nossa missão profissional, nossa missão sindical e nossa missão social”, afirma a coordenadora do Sindjus, Sheila Tinoco.

Principais discussões

No primeiro dia de debate estiveram presentes à mesa o reitor da UNB, professor José Geraldo de Sousa Júnior; o secretário de Recursos Humanos do STF, Amarildo Oliveira; e o deputado federal Policarpo (PT/DF), o especialista do Senado, Luiz Alberto dos Santos e o diretor da Secretaria do 1º Juizado Especial Cível de Planaltina, Paulo Costa.

Após a cerimônia de abertura o diretor da Secretaria do 1º Juizado Especial Cível de Planaltina, Paulo Costa foi convidado a ministrar o painel “O que essa categoria pode fazer?”. O diretor iniciou sua participação dizendo que o Judiciário, para fazer um atendimento de qualidade, precisa contar com servidores valorizados. Pessoas treinadas, habilitadas, envolvidas com nossa realidade. “O Judiciário precisa ser mais uma casa do povo”, frisou.

Participantes da “Conferência Magna de abertura: Sim, os servidores podem fazer mais pela justiça!”, José Geraldo de Sousa Júnior, participante histórico das lutas do Sindjus destacou a importância da valorização dos servidores e ainda da equiparação salarial.

“No Judiciário brasileiro são 15 mil togados e 250, 260, 270 mil não togados. O servidor é o ator essencial à prestação jurisdicional, embora ainda não se reconheça isso”, explicou.

O secretário de Recursos Humanos do STF, Amarildo Oliveira, representando o diretor-geral do STF, Alcides Diniz destacou a necessidade de aprimorar nossa carreira. “O servidor precisa progredir no Judiciário e não fazer do Judiciário uma casa de passagem. Muitos utilizam o Judiciário como uma ponte para carreira melhores, que exigem prática jurídica”, diz.

O deputado Policarpo por sua vez ressaltou que o objetivo inicial da categoria é a equiparação salarial. E ainda lembrou dos anos que contribuiu com o Sindjus. “Tenho muito orgulho em ter participado desse sindicato como dirigente. Sou um servidor-parlamentar. Estou 24h à disposição de vocês. Não sou o salvador da pátria, mas quero ser um instrumento de luta dessa categoria”, ressaltou.

O especialista Luiz Alberto dos Santos apresentou um painel sobre formas de remuneração na tarde do dia 27. Ele alertou sobre a necessidade de analisar com cuidado as alternativas existentes. “O subsídio é uma experiência nova. Não se pode ainda afirmar que ela seja uma alternativa boa. Em alguns casos, foi favorável para a administração e ruim para o servidor, que corre o risco de ter um congelamento permanente de salário. Não há como dar uma gratificação, ou um abono. Para manter o poder de compra se faz necessária revisão salarial anual. Todos nós sabemos que, apesar de estar no papel há mais de uma década, até hoje a revisão geral não saiu do papel. Isso tem ocasionado insatisfação, como no caso da magistratura, que está buscando formas de furar o subsídio”, explicou.

Este foi o 6° Congresso da categoria e ainda uma forma de verbalizar os anseios e dificuldades dos servidores que ganharão visivelmente o apoio de diversas autoridades que compõe o cenário de decisões do governo. Para acompanhar o debate e conhecer os palestrantes e seus pensamentos, clique aqui e assista os vídeos disponibilizados pelo Sindjus.

🔥12 Total de Visualizações