Diário de greve: servidores mostram que grevista é sangue bom


Os estoques de sangue do Hemocentro de Brasília estão mais cheios graças a um ato de amor dos servidores do Judiciário e do MPU em greve. Na tarde de hoje, cerca de cem trabalhadores doaram sangue e se inscreveram no banco de doação de medula óssea. A greve chegou hoje ao 41º dia e o Sindjus organizou o ato pensando em atrair ainda mais a adesão dos servidores que ainda não entraram o movimento. Afinal, esta semana será decisiva. É preciso que os deputados da Comissão de Finanças da Câmara dos Deputados aprovem o relatório do Projeto de Lei nº 6613/09 antes do recesso parlamentar, que começa no dia 17 de julho. O PL 6613/09 e o 6697/09 estão parados há mais de um ano no Congresso Nacional.

Inconformada em estar sem aumento há cinco anos, a servidora do TJDFT Maria Valéria Saffi foi a primeira a chegar ao Hemocentro, por volta das 13h. Além de querer doar por saber que o órgão precisa de sangue continuamente, ela conta que ficou ainda mais sensibilizada depois de ter perdido um amigo recentemente com leucemia. “Essa foi uma motivação a mais por ter vindo. Foi a primeira vez que doei sangue e esse era um desejo antigo. Para mim, também foi importante doar para participar do protesto. Estamos sem aumento há cinco anos”, afirmou.

Já Thyago Alfredo de Sousa, também servidor do TJDFT, ressaltou a importância de se fazer um ato em forma de doação de sangue e também para manter suprido o estoque do Hemocentro. “Tenho esperança que nosso movimento fique mais forte ainda esta semana, que será decisiva. Precisamos aprovar o relatório do Policarpo na Câmara e lutar para que o Governo Federal conceda o reajuste. O Judiciário tem uma demanda enorme de trabalho e o salário não é compatível”, reclamou.

A servidora Yara Figueiredo, lotada no Fórum de Samambaia, não pôde doar sangue porque tem anemia, mas fez questão de apoiar os colegas. “A nossa categoria precisa de união. O ato de hoje poderia ter contado com mais colegas. Não só pelo protesto, mas pela conscientização da importância de se doar sangue”, disse.

A assessoria de Comunicação Social do Hemocentro informou que iniciativas como o ato do Sindjus são sempre bem-vindas, principalmente nesta época do ano, quando começam as férias e os acidentes são mais comuns. O órgão deverá lançar nova campanha para coleta de sangue no mês que vem.

A sugestão de doar sangue no Hemocentro foi da servidora do TJDFT Neide Maria da Silva Pires, que quis expressar para a sociedade que enquanto estamos em greve, estamos dando nosso sangue pela nossa causa e da sociedade.

🔥25 Total de Visualizações