Votação do PL da Previdência fica para depois do recesso


Foi cancelada por falta de quórum a reunião da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP) da Câmara, onde seria apreciado o Projeto de Lei 1992/2007, que institui o regime de previdência complementar para os servidores públicos federais e membros de Poder. Com isso, a matéria só voltará a ser analisada em agosto, após o recesso parlamentar.

Estiveram presentes dezenas de diretores de associações e entidades sindicais para pedir a rejeição do relatório do deputado Sílvio Costa (PTB-PE), favoráveis à matéria, mesmo contrariando entidades representativas dos servidores públicos.

Os trabalhadores não querem o regime de previdência complementar. O parlamentar pretende manter um fundo único para todos os servidores titulares de cargo efetivo da União, suas autarquias e fundações, e de membros do Poder Judiciário, do Ministério Público e do Tribunal de Contas da União. A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) apresentou voto em separado contra a matéria.

🔥14 Total de Visualizações