100 mil margaridas em Brasília

De 16 a 18 de agosto, mais uma vez a capital federal receberá a maior manifestação de mulheres da América Latina. A quarta edição da Marcha das Margaridas deve levar ao Distrito Federal cerca de 100 mil trabalhadoras rurais que defenderão um modelo de desenvolvimento sustentável para o Brasil com justiça, autonomia, igualdade e liberdade.

A mobilização conta com a CUT na organização e foi fundamental para uma série de conquistas como a criação do Programa Nacional de Documentação da Mulher Trabalhadora Rural.

Com 150 pontos de luta, a pauta foi entregue ao governo federal em solenidade no dia 13 de julho. Durante a cerimônia, a secretária do Meio Ambiente da CUT, Carmen Foro, destacou a importância de repensar o modelo de crescimento. “Grandes projetos de hidrelétricas, por exemplo, sem planejamento social, facilitam o aparecimento da prostituição infantil , afirma.

Para a secretária da Mulher Trabalhadora da CUT, Rosane Silva, as reivindicações da marcha representam os anseios de todas as cutistas. “Um dos pontos é a concessão de creches, uma luta de todas nós”.

🔥12 Total de Visualizações