Capa do Correio Braziliense cria confusão na cabeça dos servidores


Matéria publicada hoje (1º/9) pelo jornal Correio Braziliense, mais uma vez, cria confusão na cabeça dos servidores públicos. Segundo a chamada de capa, juízes, funcionários do MPU e da Câmara vão receber reajustes de até 108%. Já os servidores do Judiciário, ficam sem nada.

Na verdade, pelo que foi encaminhado pelo governo ao Congresso, nem magistrados nem servidores da Câmara, do MPU e do Judiciário terão reajustes em 2012. O jornal confundiu as informações e fez uma verdadeira lambança, trazendo prejuízos ao entendimento geral dos servidores.

Segundo a matéria da página 13 “o governo não incluiu no orçamento qualquer aumento para os servidores do Judiciário”. Na verdade, nem para o Judiciário nem para o MPU nem para os servidores da Câmara nem para os juízes. No entanto, essas três últimas categorias apresentaram novos projetos ainda na noite de ontem (31).

Agora, atenção: o fato de apresentar novos projetos não garante quaisquer reajustes. Nem o de 4,8% proposto pelos juízes nem os de até 108% propostos pela Câmara e MPU. Simplesmente, essas carreiras aproveitaram a data limite de apresentação de propostas à PLOA/2012. Quanto ao futuro dessas novas propostas não há garantia alguma.

Afinal, não há qualquer acerto dessas categorias com o governo. A ministra do Planejamento diz que o reajuste do Judiciário está em negociação. Agora, como negociar quando o Executivo atropela a tudo e a todos – inclusive decisão do STF – com seu rolo compressor?

Pelo visto, diante de tantas informações equivocadas, não é só o governo que tem atropelado os servidores públicos…

🔥26 Total de Visualizações