Jornal de Brasília: Contra os Descontos

O corte de ponto de

servidores do Judiciário que

participaram das greves de

2009, 2010 e 2011 foi parar na

Justiça. O Sindjus impetrou

mandado de segurança contra

ato da presidência do Tribunal

Superior do Trabalho (TST) que

determinou o desconto dos

grevistas do órgão referentes às

paralisações da categoria. A

ação foi ajuizada no próprio

TST. O advogado Jean P.

Ruzzarin, que representa a

entidade sindical, sustenta que

embora equivocadamente a

jurisprudência admita a

possibilidade de corte

remuneratório em decorrência

de greve, “o desconto não pode

ocorrer antes de ser

oportunizada aos grevistas a

compensação dos serviços.”

🔥23 Total de Visualizações