PL 6613 é lido e Governo pede vista

Depois de quatro reuniões sem alcançar quorum, a Comissão de Finanças e Tributação finalmente conseguiu abrir os trabalhos na manhã desta quarta-feira (9). Foi apresentado e aprovado o requerimento de inversão de pauta logo no início da reunião, possibilitando que o PL 6613/09, que era o item 31 da pauta, fosse imediatamente discutido.

Policarpo leu seu relatório, que é pela compatibilidade financeira do nosso projeto. No entanto, assim que terminou a leitura de seu voto, o deputado Claudio Puty (PT-PA) pediu vista ao PL 6613/09 com a justificativa de que é necessário esperar por uma negociação entre Executivo, Legislativo e Judiciário para que o projeto tenha dotação orçamentária.

A categoria, que lotou o Plenário 04 mais uma vez, respondeu com vaias e gritos de “vota, vota”. É válido lembrar que o deputado Claudio Puty, quando presidente da CFT, fez de um tudo para empurrar o nosso PCCR com a barriga. Agora, mais uma vez, colabora para obstruir a votação do nosso reajuste salarial. Puty chegou a criar uma comissão para negociar o projeto com o Judiciário e com o Executivo que não deu resultado algum.

O deputado Pauderney Avelino, combinado com o deputado Policarpo, requereu vista conjunta para evitar que o projeto demore a voltar à pauta da comissão. Dessa forma, o projeto será reapresentado na próxima quarta (16).

Aproveitando que o projeto estará na pauta da próxima semana e não poderá ser retirado da pauta novamente com pedido de vista, a categoria deverá lotar o Congresso na próxima terça e quarta. Só com a aprovação do PL na CFT na próxima semana o ministro Ayres Brito conseguirá forçar o governo a aprovar o nosso reajuste.

🔥10 Total de Visualizações