Greve e Resolução 63 na pauta de reunião do Sindjus com presidenta da Amatra

O coordenador-geral do Sindjus, Cledo Vieira, reuniu-se, ontem (30), com a presidenta da Amatra-10, a juíza Noemia Aparecida Garcia Porto, para tratar de dois assuntos de interesse dos servidores: a greve em prol da aprovação do PL 6613/09 e o combate à Resolução 63 do CSJT.

Durante o encontro, motivado por pedido de servidores durante assembleia setorial do TRT-10 e das Varas Trabalhistas, Cledo expôs à presidenta que a partir do dia 1º de agosto os servidores do Poder Judiciário irão deflagrar greve como forma de pressionar as autoridades competentes pela aprovação do PL 6613/09. Afirmou que a Justiça do Trabalho deveria entender que trabalhador nenhum fica calado diante de seis anos sem reajuste salarial. A presidenta se comprometeu a levar a questão da razão da greve para os associados da Amatra-10, no intuito de buscar a compreensão dos magistrados em relação ao tema.

Resolução 63

Cledo disse ter ficado feliz com a decisão da Amatra-10, tirada em assembleia, pela independência do TRT-10, combatendo a não implantação da Resolução 63, que determina a diminuição das funções comissionadas no âmbito do TRT. A presidenta garantiu que dará continuidade à luta pela não implantação da Resolução 63. Cledo também informou que o Sindjus está combatendo a Resolução 86/2011, do CSJT, que trata da greve na Justiça do Trabalho. No entendimento pessoal da juíza, a Resolução 86 inviabiliza a realização da greve.

A presidenta frisou a importância do sindicato e da federação continuarem visitando os conselheiros do CSJT. O Sindjus aguarda a confirmação da reunião com a presidenta do TRT-10, desembargadora Elaine Vasconcelos, para tratar dessa mesma pauta.

🔥16 Total de Visualizações