Concentração de caravanas hoje na sede do TJDFT

No dia de hoje (16), servidores de diferentes fóruns partem com suas caravanas em direção à sede do TJDFT para reforçar a greve. Esse encontro de caravanas promete chacoalhar os servidores que ainda não aderiram à greve e motivar ainda mais aqueles que já estão no movimento.

Uma caravana é geralmente um comboio de viajantes e peregrinos que se agrupam para percorrer longas distâncias no intuito de cumprir um objetivo comum. Associando essa ideia à essência da luta de classe, que tem por base a união de sonhos e batalhas, nasceram as caravanas solidárias que estão sendo o diferencial desta greve.

A coordenadora Sheila Tinoco é uma das principais entusiastas e lideranças dessas caravanas que têm mobilizado servidores de vários fóruns ao longo desta greve. Muitos servidores aderiram à greve em razão dessas caravanas que promovem o encontro dos grevistas com aqueles que ainda não entraram no movimento. Esse choque de realidades tem dado resultado, e um resultado positivo.

“Impossível não se sensibilizar com servidores que cruzam o Distrito Federal para fortalecer a greve em outro local de trabalho, como, por exemplo, aconteceu quando os servidores de Planaltina foram até o Fórum do Gama. Essas caravanas, depois de consolidarem a greve em vários fóruns, vão se unir hoje em um esforço concentrado na sede do TJDFT, onde a greve está boa, mas precisa ser ampliada, principalmente nas áreas administrativas, como informática”, destacou Sheila.

Para Sheila, essa concentração de caravanas hoje na sede do TJDFT vai demonstrar não só a união, mas a solidariedade desta categoria que se preocupa com o outro. “O sentimento de que a participação do colega na greve é fundamental tomou conta do Judiciário. Os servidores assumiram a greve e o compromisso de trazer os colegas para o movimento. Quem apostava em uma greve fraca, perdeu. O que se vê hoje no Judiciário, inclusive repercutindo na mídia, é uma greve forte, animada, convincente. E muito desse sucesso é decorrente das caravanas de classe. Mais uma vez, o Distrito Federal é referência para o Brasil em matéria de mobilização”, afirmou Sheila.

🔥7 Total de Visualizações