Sindjus defende jornada de 6 horas no MPU em ofício a Gurgel

O Sindjus encaminhou, na tarde desta segunda-feira (22/10), o ofício nº 624/2012, ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel, reivindicando a implantação da jornada de 06 horas diárias no Ministério Público, uma vez que a administração da PGR está solicitando aos subprocuradores sugestões sobre a Portaria 707/2006, que trata da jornada dos servidores.

O sindicato defende que o atendimento à população no MP seja de 12 horas ininterruptas, em dois turnos de seis horas. Tal medida traria ganhos para a sociedade, para a administração e para os servidores, que teriam redimensionada sua qualidade de vida. Segundo o documento, a jornada de 06 horas diárias traria maior produtividade, melhorias na saúde, no lazer e nas relações de trabalho.

Além do ofício, que também será encaminhado aos subprocuradores, o Sindjus quer se reunir com o secretário-geral da PGR, Lauro Cardoso, para discutir essa proposta. “A opinião dos servidores numa questão como essa, que influencia diretamente o cotidiano da categoria, precisa ser levada em conta. Deste modo, vamos levar ao conhecimento de todos os membros do MP os benefícios da jornada de 06 horas”, frisou a coordenadora Ana Paula Cusinato, que assina o ofício em questão.

Para ler o ofício, clique AQUI.

🔥16 Total de Visualizações