De gabinete em gabinete, servidores do STF entregam carta aos ministros pela garantia dos 33%

Nesta segunda-feira (12/11), uma comissão de servidores do Supremo Tribunal Federal entregou uma carta aos gabinetes dos onze ministros, solicitando o apoio de cada um deles para o cumprimento do compromisso de reajuste salarial de 33% feito pelo STF a nossa categoria, no final de agosto. A iniciativa da entrega da carta partiu de uma reunião dos coordenadores com os servidores do STF, na última quinta-feira (08/11).

Segundo a coordenadora Luiza Gallo, a comissão de servidores percorreu todos os gabinetes e, embora não tenha conseguido falar com os ministros em razão de eles estarem no Plenário, foram bem recebidos pelos chefes-de-gabinete e/ou pelos profissionais competentes. Eles ficaram de repassar o mais rápido possível a carta em questão aos ministros, com o devido pedido de apelo dos servidores.

A carta, que pode ser lida clicando aqui, explica toda a situação que gerou o PL 4363/2012, cuja negociação resultou numa proposta de aumento salarial de 33% a partir de uma GAJ de 100%. A proposta em questão foi feita pelo presidente Britto, mas em nome de todo o Supremo. Daí a ideia da carta chamando todos os ministros à responsabilidade na garantia desse reajuste e na aprovação do PL.

“É importante que os servidores estejam engajados nesta luta pela garantia dos 33%, participando de atividades, pressionando ministros. O Supremo Tribunal Federal é um local estratégico para a nossa mobilização, pois o compromisso com uma GAJ de 100% partiu desta Casa. Por isso, é fundamental que os servidores do STF e dos outros tribunais se unam e participem do ato desta terça-feira (12), às 15h, em frente ao Supremo”, enfatizou a coordenadora Ana Paula Cusinato .

🔥13 Total de Visualizações