MPU comprova defesa do Sindjus de que é possível pagar reajuste em janeiro

Comprovando o entendimento defendido pelo Sindjus na matéria “Primeira parcela do reajuste estará nos contracheques de janeiro”, publicada no site da entidade no último dia 7, o Ministério Público pagou ontem (09/01) as férias e o adiantamento do 13º salário aos seus servidores já levando em conta o aumento da GAMPU, da Lei 12.773/2012.

Nos últimos dias, a coordenadora Ana Paula Cusinato desenvolveu as tratativas necessárias para garantir essa realidade. “Sempre acreditamos que o reajuste podia ser aplicado em janeiro. Por isso, mesmo estando em período de férias, acompanhei de perto esse processo até que o pagamento fosse devidamente creditado com o aumento da GAMPU. O sinal verde da Secretaria de Planos e Orçamentos do MPU confirmou que estamos no caminho certo”, afirmou Ana Paula.

Segundo o coordenador-geral Jailton Assis, o sindicato vem trabalhando para que os órgãos do Judiciário adotem essa mesma postura e paguem o reajuste agora em janeiro. “O entendimento do MPU fortalece a nossa luta, sendo uma vitória para toda a categoria”, garantiu Jailton.

🔥18 Total de Visualizações