Servidores do TST discutem pauta que será levada ao novo presidente

Mais de sessenta servidores do TST marcaram presença, nesta terça-feira (12), em uma reunião organizada pelo Sindjus para definir a pauta que será encaminhada ao novo presidente do tribunal, ministro Carlos Alberto. O objetivo é estabelecer um canal de negociação com a nova administração, com participação direta da categoria.

Na avaliação do coordenador-geral do sindicato Cledo Vieira, a reunião foi bastante produtiva, de modo que os servidores não só sugeriram, mas debateram sobre vários pontos que serão levados e defendidos pelo Sindjus na próxima reunião com o ministro.

Entre os assuntos listados pelos servidores está a necessidade de se adotar uma jornada mais justa e produtiva (6h), de se assegurar o reajuste salarial, de se fazer uma radiografia do plano de saúde do tribunal, de dar a devida atenção às doenças ocupacionais, de prorrogar o prazo de empréstimo para 96 meses, da revisão do auxílio alimentação, do combate às doenças ocupacionais e da implantação de berçário/creche.

“Os servidores demonstraram durante suas falas que têm compromisso com o fortalecimento e desenvolvimento do TST. Falta agora que a administração do tribunal estabeleça sua parte neste compromisso e defenda os servidores”, frisou Cledo.

🔥13 Total de Visualizações