TJDFT maquia fóruns ao invés de resolver problemas

melatonin weed high

melatonin and weed

Dando sequência às visitas aos locais de trabalho do TJDFT, os coordenadores do Sindjus Sheila Tinoco e José Oliveira (Zezinho) foram, ontem (1º/4), aos fóruns de Sobradinho e São Sebastião. O Fórum de Sobradinho, que foi fundado em 1976, está prestes a passar por uma revitalização. No entanto, os servidores, que não foram consultados em momento algum, estão apreensivos, pois, a exemplo do que vem ocorrendo em Planaltina, obras e expediente vão disputar o mesmo espaço.

Assim como foi feito em Planaltina, o Sindjus vai exigir da administração um planejamento que não prejudique os servidores e a população. Para a coordenadora Sheila Tinoco, a revitalização não vai resolver os problemas do Fórum de Sobradinho, que sofre com falta de estacionamento, salas apertadas, insegurança, estruturas precárias, carência de área de alimentação. “Os fóruns antigos enfrentam o descaso da administração, que está preocupada apenas em inaugurar novas unidades e maquiar as já existentes”, afirmou.

Segundo o coordenador José Oliveira (Zezinho), o Fórum de Sobradinho parou no tempo, pois foi criado para atender um determinado público e não acompanhou o crescimento da população. Hoje, cuida da demanda de quase 300 mil habitantes, contando com Sobradinho 2, Fercal, condomínios. “A administração precisa dar conta de que o Fórum de Sobradinho precisa de uma reforma estrutural e não de uma revitalização. Se os administradores se dispusessem a ouvir os servidores, certamente os recursos seriam melhor investidos”, explicou.

O Sindjus já solicitou audiência com o presidente do TJDFT, Dacio Vieira, para discutir esses problemas.

Servidores aderem a abaixo-assinado

Assim como em Sobradinho, os servidores do Fórum de São Sebastião tiraram dúvidas sobre o reenquadramento e assinaram o abaixo-assinado, com a proposta do Sindjus em resgatar os padrões dos servidores antes da regulamentação da Lei 12.774/12, sem prejuízos funcionais e financeiros.

O servidor da 2º Vara de Família de São Sebastião José Luiz se surpreendeu positivamente ao participar da reunião do Sindjus, no sentido da variedade de temas que foram levantados. “O governo Dilma deixou a categoria um tanto chateada com aquele ´reajuste possível´ conquistado em 2012, de modo que discutir pontos como o reenquadramento e a cobrança ao presidente Joaquim Barbosa da GAJ de 100% motivam a categoria”, afirmou.

🔥9 Total de Visualizações