Reunião bastante participativa no Fórum de Taguatinga

Depois de visitarem vários locais de trabalho, os coordenadores do Sindjus foram ao Fórum de Taguatinga para colherem as sugestões dos servidores para a pauta que será discutida com o presidente do TJDFT, Dacio Vieira, na sexta-feira (12). Além de questões gerais como reenquadramento e reajuste dos auxílios alimentação e pré-escolar, os coordenadores Cledo Vieira, Sheila Tinoco e José Oliveira (Zezinho) debaterem com os servidores questões específicas do Fórum e aproveitaram para esclarecer dúvidas sobre as novas ações impetradas pelo Jurídico do sindicato.

Uma das maiores insatisfações apontadas pelos servidores que moram em Taguatinga é o fim do convênio do Fórum com o Hospital Anchieta. Com isso, os servidores ficam reféns do Hospital Santa Marta. Para a servidora Bianca Oliveira, os servidores de Taguatinga, Ceilândia e Samambaia não têm mais um hospital de qualidade para frequentar. “Para ter um atendimento médico de qualidade precisamos ir para o Plano Piloto”, explicou a servidora.

Os servidores pediram a reativação do convênio, bem como a melhoria do Pró-Saúde, principalmente na questão do reembolso odontológico. Outra questão bastante debatida foi à redução do tempo de permanência de seus filhos no berçário do Fórum. O sindicato vai atuar para ampliar as vagas do berçário e para que o tempo de cada criança não seja reduzido. Outros pontos debatidos foram: aumento do número de servidores nos cartórios; parcelamento de férias; participação do Sindjus no Conselho Deliberativo do Pró-Saúde; reembolso odontológico; necessidade de brigadistas e treinamento de desocupação dos prédios, ampliação dos espaços físicos, metas institucionais, pagamento de hora-extra, necessidade de auxiliares e técnicos de enfermagem nos fóruns, etc…

Para o delegado sindical Thiago Sousa o encontro foi bastante produtiva, pois conseguiu reunir as demandas gerais da categoria e pontos específicos dos servidores que moram em Taguatinga e dos que trabalham no Fórum, mas moram em outras cidades. “O sistema lento e inconstante, chegando a ficar três dias fora do ar, e a falta de uma brigada de incêndio no Fórum têm preocupado os servidores”, afirmou Thiago.

Clique aqui para conferir fotos da reunião.

Crédito das fotos: Daniel Nogueira

🔥12 Total de Visualizações