Presidente do STJ promete apoiar pauta dos servidores

citalopram alcohol anxiety

citalopram alcohol withdrawal read here

Em mais uma reunião com presidentes de tribunais superiores e TJDFT, os coordenadores Ana Paula Cusinato, Cledo Vieira, José Oliveira e Sheila Tinoco reuniram-se na última quinta-feira (11) com o presidente do STJ, ministro Felix Fischer.

Inicialmente, os coordenadores do Sindjus registraram a insatisfação dos servidores do STJ com a falta de uma política salarial de valorização dos servidores do Poder Judiciário, o que se confirmou com o fato de a cúpula do Judiciário não ter viabilizado o projeto de lei originalmente enviado ao Congresso Nacional e sequer ter cumprido o compromisso com a GAJ 100%. A partir desse quadro, os coordenadores solicitaram ao ministro presidente que ele, juntamente com todos os presidentes dos tribunais superiores e do TJDFT, se envolva na luta pela valorização salarial dos servidores.

Como uma das prioridades do Sindjus neste momento, os coordenadores destacaram a proposta feita pelo Sindjus em janeiro, por meio de requerimento, que defende um reenquadramento justo, mantendo os padrões conforme situação anterior à Lei 12.774/12. Os coordenadores do sindicato informaram ao presidente que está em andamento no STJ a colheita de assinatura em abaixo-assinado reforçando esse pedido, que já conta com grande número de assinaturas, e em breve será entregue a ele, confirmando o apoio da categoria à proposta e frisando a necessidade de se fazer o reenquadramento da maneira mais benéfica para o servidor.

Outra reivindicação foi no sentido de garantir ainda para este ano o reajuste dos auxílios pré-escolar e alimentação, congelados há três anos. O Sindjus pediu que o ministro Felix Fischer envolva os demais presidentes de tribunais superiores e do TJDFT nessa questão, acreditando que apenas um trabalho conjunto e bem articulado junto ao Poder Executivo poderá garantir esses reajustes. Além disso, o Sindjus reiterou a necessidade de ser retirada a cota-parte do auxílio-creche, debate já em andamento no âmbito do Conselho Nacional de Justiça e que precisa ser implementado.

Felix Fischer reafirmou seu compromisso na valorização dos servidores do STJ e mostrou-se muito interessado em construir soluções para os problemas apresentados. O Sindjus reafirmou a expectativa positiva dos servidores em torno da atual administração, que precisa colocar em prática a defesa dos servidores e, sem dúvida, questões como o reenquadramento e o reajuste dos auxílios consolidarão a política de valorização dos servidores. “A atuação do ministro Felix Fischer vai muito além do STJ e representa a valorização também de toda a Justiça Federal e, por isso, entendemos que ele pode ser uma liderança nesse processo de trabalho conjunto dos dirigentes do Poder Judiciário em defesa dos servidores.”, afirmou Ana Paula Cusinato.

🔥22 Total de Visualizações