Pauta do Judiciário trabalhista é debatida com o presidente do TST

Os coordenadores Cledo Vieira, Sheila Tinoco e Ana Paula Cusinato reuniram-se, na tarde do dia 16, com o novo presidente do TST, ministro Carlos Alberto.

O sindicato defendeu a pauta de reivindicações dos servidores do Judiciário, com destaque para o reenquadramento e os reajustes dos auxílios alimentação e pré-escolar, além de várias questões específicas de interesse dos servidores do TST.

Em relação ao reenquadramento, os coordenadores argumentaram as vantagens da proposta do sindicato, que se baseia na manutenção dos padrões conforme situação anterior à Lei 12.774/12. Cledo explicou ao presidente que o TST deve optar por um reenquadramento que seja benéfico aos servidores, no sentido de que eles não tenham qualquer prejuízo.

Cledo expôs o descontentamento dos servidores com a falta de uma política salarial que valorize o quadro, requerendo que o presidente defenda junto aos seus colegas da cúpula do Poder Judiciário a valorização dos servidores. “A GAJ de 90% não resolve o problema de defasagem salarial dos servidores, tanto que o índice de evasão continua alto”, afirmou.

Na linha de defesa da carreira, Cledo pediu o fim do congelamento dos auxílios alimentação e pré-escolar. O ministro Carlos Alberto afirmou que fará sim coro junto aos demais presidentes dos tribunais para atender as demandas que dizem respeito aos servidores do Judiciário e se empenhará em atender todas as questões específicas dos servidores do TST.

🔥20 Total de Visualizações