No Gama, Sindjus explica ações do sindicato e toma nota de demandas locais

Na última sexta-feira (19), dando continuidade às visitas aos locais de trabalho do TJDFT, os coordenadores Cledo Vieira, José Oliveira (Zezinho) e Sheila Tinoco foram ao Fórum do Gama. Na ocasião, discutiram temas atuais que têm preocupado os servidores, como política salarial e reenquadramento da Lei 12.774/12.

Os servidores se mostraram ansiosos com a visita que o Sindjus fez ao presidente do TJDFT, Dacio Vieira, no dia 12, para discutir vários pontos de interesse da categoria. Cledo Vieira explicou com detalhes a conversa que os coordenadores tiveram com o presidente, sobretudo, em relação ao reenquadramento.

“Entregamos o abaixo-assinado a favor da proposta do Sindjus, que também é objeto de requerimento, para que os padrões sejam mantidos conforme situação anterior a Lei 12.774/12, argumentando com o presidente as vantagens dessa proposta e a autonomia administrativa do TJDFT em implantá-la em caráter imediato. A nova administração do tribunal ficou de estudar o que lhes foi apresentado”, afirmou Cledo.

Os coordenadores informaram aos servidores que o sindicato tem se reunido com os presidentes dos tribunais superiores na tentativa de construir uma política salarial efetiva que garanta a valorização da categoria. Inclusive a dívida da cúpula do Judiciário no que diz respeito à GAJ 100% tem sido cobrada em toda audiência. O sindicato afirmou aos servidores que vai entrar com pedido de auxílios alimentação e pré-escolar, que estão congelados há três anos.

Servidores que trabalham no Fórum do Gama e moram em Taguatinga e Samambaia reivindicaram que o sindicato atue na reabertura do convênio com o Hospital Anchieta. Outra demanda específica foi a de que há situação de trabalho insalubre ocorrendo no depósito público. O Sindjus se comprometeu a voltar ao depósito para averiguar a insalubridade e tomar as devidas providências.

A reunião, que contou com um bom número de servidores, também teve a participação dos delegados sindicais Ivã Teixeira e José Leôncio, que contribuíram para o enriquecimento do debate. As visitas continuam nos próximos dias. Se você ainda não recebeu o sindicato em seu local de trabalho, ligue para o SAF (3212-2613) e peça a presença dos coordenadores.

🔥10 Total de Visualizações