Sindjus discute melhoria do TST-Saúde com presidente do Conselho

Preocupado com o plano de saúde dos servidores de todos os tribunais do Distrito Federal, inclusive do Tribunal Superior do Trabalho, o coordenador-geral do Sindjus Cledo Vieira reuniu-se, nesta segunda-feira (17), com o presidente do Conselho Deliberativo do Programa TST-Saúde, ministro Levenhagen, acompanhado do presidente da Astrisutra Adelor Alves, do vice-presidente Egídio da Costa e Silva e do representante dos servidores no Conselho Sidon de Souza Costa.

Em resposta à cobrança feita pelo sindicato no sentido da ampliação dos benefícios do plano, o ministro explicou que como o plano do TST é novo e ainda está em fase de consolidação é necessário cuidado ao promover a ampliação de benefícios, no entanto, medidas como redução do custeio em internação hospitalar deverão ser colocadas em prática até o final do ano.

Cledo também cobrou uma radiografia do plano de saúde. “É uma reivindicação dos servidores saber como anda a saúde financeira desse programa. Uma reivindicação justa, pois se trata da transparência de um plano que é financiado, em grande parte, pelos próprios servidores”, exclamou o coordenador do Sindjus.

Olimpíada

O presidente da Astrisutra também falou sobre a questão da Olimpíada Nacional da Justiça do Trabalho 2013, a ser realizada no segundo semestre deste ano. Disse ser necessário a ampliação de alguns exames custeados pelo plano de saúde para que os servidores possam participar dos jogos com segurança. O ministro solicitou que o sindicato e a associação entrem com requerimento sobre esse tema e que, dentro das possibilidades do programa, tentará ajudar.

Cledo afirmou que o STJ tem um espaço para fisioterapia que funciona dentro do próprio órgão, inclusive com várias modalidades de pilates, o que não existe no TST. O ministro falou que essa discussão, por se tratar da criação de um espaço, deve passar pelo presidente do TST, ministro Carlos Alberto. Sendo assim, o Sindjus vai entrar com requerimento no sentido de conquistar esse espaço para os servidores.

Os representantes dos servidores enfatizaram ao ministro a importância da atividade física na rotina dos servidores. Frisaram que precisam da compreensão e do apoio dos ministros nesse sentido porque as atividades físicas melhoram a saúde e a qualidade de vida dos servidores, repercutindo diretamente no desenvolvimento das atividades funcionais e no plano de saúde.

Em sintonia com a campanha “Contra a Dor e pela Felicidade”, Cledo esclareceu que a prática de atividade física traz inúmeros benefícios à saúde como melhora do condicionamento físico, diminuição do risco de incidência de doenças cardíacas, melhora da postura e da respiração, perda de peso, alívio do estresse e boa saúde mental.

O ministro se colocou à disposição das entidades, entendendo que as olimpíadas, bem como os exercícios físicos, são importantes para a saúde dos servidores, logo são importantes para a instituição e para o plano de saúde.

🔥10 Total de Visualizações