Sindjus se reúne com DG do MPDFT para tratar da reforma da Promotoria de Taguatinga

Na tarde desta quarta-feira (3), a coordenadora do Sindjus Ana Paula Cusinato reuniu-se com o diretor-geral do MPDFT Libânio Rodrigues para tratar da reforma da Promotoria de Taguatinga.

A reforma na Promotoria de Taguatinga foi iniciada antes mesmo da mudança dos servidores para o local locado para o funcionamento da Promotoria durante a obra.

Ana Paula informou ao diretor-geral que durante esta semana vários servidores ligaram para o sindicato reclamando do barulho da britadeira, que tornou o ambiente insalubre para o trabalho.

O diretor-geral informou que, infelizmente, houve demora em definir o local a ser locado para o funcionamento da Promotoria de Taguatinga durante a reforma e, enquanto isso, a licitação da obra tramitava com agilidade. Disse, ainda, que há necessidade de reforma nas salas do Taguatinga Shopping, especificamente para a instalação de pontos de dados (rede), energia e telefonia, mas que a administração está empenhada para dar a maior agilidade possível a isso.

Ana Paula afirmou que não dá para manter a obra a pleno vapor durante o horário de expediente e solicitou a redução da jornada na Promotoria de Taguatinga, em caráter excepcional, ou que as britadeiras e similares não sejam utilizadas das 12 às 19 horas até que a mudança para o Taguatinga Shopping se concretize.

Libânio entende que a proposta de não utilização das britadeiras no horário de expediente é viável e irá conversar com a chefa de Departamento de Arquitetura e Engenharia para encaminhar a questão.

“Temos tido inúmeros problemas com obras de reforma nos locais de trabalho, como é o caso do Fórum de Planaltina. Os administradores não estão tendo o cuidado necessário com o que temos de mais precioso, que são as pessoas, nossa força de trabalho. Ficamos satisfeitos de o MPDFT ter a atitude de alugar um local para instalar a Promotoria de Taguatinga durante a reforma, pois os servidores devem ter um local adequado e salubre para trabalhar, mas a mudança deveria ter sido feita antes de a obra começar”, ressaltou Ana Paula. Agora, é preciso ter outros cuidados enquanto a mudança não acontece, como a suspensão da obra durante o horário de expediente, e agilizar as adequações do novo local.

Vagas na garagem em Taguatinga

Em reunião realizada pelo Sindjus com os colegas da Promotoria de Taguatinga no início do ano, uma das demandas apresentadas foi a disponibilização de vagas para todos os servidores na garagem, considerando as dificuldades de estacionamento nas proximidades do novo local de trabalho.

O assessor especial da PGJ Vetuval Vasconcelos informou à Ana Paula Cusinato que, ao negociar a locação das salas do Taguatinga Shopping, local onde a Promotoria funcionará durante a reforma, foi possível atender a solicitação dos servidores, apresentada pelo Sindjus.

Vasconcelos informou que as 40 vagas iniciais, pertencentes às salas locadas, foram ampliadas para 77, garantindo o atendimento de todos os membros e servidores da Promotoria de Taguatinga.

🔥10 Total de Visualizações