Reajuste: SGP da PGR comunica Sindjus sobre comissão

A coordenadora do Sindjus Ana Paula Cusinato, acompanhada do delegado sindical Marcos Ronaldo de Araújo, reuniu-se nesta quinta-feira (27) com a secretária de Gestão de Pessoas do MPF, Sabrina Maiolino.

Na reunião, a secretária confirmou a informação de que será criada a comissão para definir a proposta consensual de reajuste para os servidores do MPU.
Ana Paula afirmou que, desde a reunião com o secretário-geral Lauro Cardoso, em fevereiro deste ano, o Sindjus está à disposição para participar da comissão, o que foi inclusive objeto de solicitação do sindicato assim que Rodrigo Janot foi empossado como PGR.

Durante a reunião, os representantes do Sindjus registraram preocupação no que diz respeito ao reajuste em discussão no STF, pois não é viável que o MPU tenha uma tabela salarial inferior a colegas que têm atribuições e atividades semelhantes. “Se há uma discussão de equiparação dos servidores do STF com os servidores do TCU, os servidores do MPU também precisam ter a mesma tabela. É nossa bandeira de luta a equiparação com o Legislativo”, afirmou Ana Paula.

Para o Sindjus, a celeridade no processo decisório sobre o reajuste dos servidores do MPU é fundamental neste momento. O tempo não nos favorece em ano de Copa do Mundo e eleições gerais, por isso reafirmamos a necessidade de que o procurador-geral da República encaminhe substitutivo aos projetos de lei 6697 e 2199 ao Congresso Nacional, assim cumprimos a exigência da LDO e o PGR pode negociar desde já o reajuste.

A manutenção da unidade da categoria é peça fundamental para a viabilidade do reajuste. O Sindjus vem atuando nesse sentido e, por isso, realizou reunião nesta sexta-feira (28) com o Sinasempu, representado pelo diretor Darci Rodrigues.


Foto: Bruna Yunes

🔥21 Total de Visualizações