Nova sede do MPF em Campina Grande terá nome de servidor

Os servidores do Judiciário e do MPU precisam de salários justos e condições de trabalho adequadas, mas também precisam de reconhecimento pelo trabalho que desenvolvem que tem impacto não só nos órgãos, mas na sociedade. O Sindjus sempre defendeu que a atuação dos servidores precisa ser valorizada, pois a Justiça não é feita apenas de magistrados e membros do Ministério Público. Um bom exemplo que deve ser seguido vem da Paraíba, onde o Colégio de Procuradores da República acatou a sugestão de dar ao prédio da nova sede da Procuradoria o nome de um servidor que dedicou sua vida ao órgão. Que as administrações do Judiciário e do MPU inspirem-se nessa iniciativa.

Veja abaixo matéria publicada pela Ascom ASMPF/PB:

Prédio do MPF em Campina Grande (PB) homenageará Seu Chico

Sugestão foi acatada pelo Colégio de Procuradores da República na Paraíba

Após sugestões dos integrantes de todas as unidades do Ministério Público Federal na Paraíba, o Colégio de Procuradores homologou o nome da nova sede da Procuradoria da República em Campina Grande, que se chamará Francisco de Assis Almeida Silva, em homenagem ao servidor que dedicou vários anos de serviço ao órgão.

O nome foi escolhido através de sugestões enviadas para o e-mail da Assessoria de Comunicação (Ascom), até 19 de fevereiro de 2014. Na consulta, foram aceitos apenas nomes de pessoas que, de alguma forma, estiveram relacionadas à atuação do MPF na Paraíba. Também levou-se em conta o disposto na Lei 6.454/1977, que proíbe atribuir nome de pessoas vivas a logradouros e monumentos públicos.

Todos os votos recebidos pela Ascom foram para Francisco de Assis Almeida Silva. Mais conhecido como Seu Chico, o servidor foi lembrado por muitos pelo seu empenho, dedicação e entrega total às questões administrativas do órgão. “Francisco de Assis Almeida Silva dedicou boa parte de sua vida à Procuradoria da República em Campina Grande, onde atuava com prazer, muitas vezes de domingo a domingo. Seu Chico, literalmente, ofertou sua vida a nossa querida Procuradoria, onde passou seus últimos instantes”, descreveu o servidor Vander Zeca.

Seu Chico faleceu em 27 de março de 2010, ao 59 anos, devido a um infarto agudo do miocárdio. Ele, que era natural de Pombal (PB), mudou-se ainda jovem para Brasília, onde atuou no Ministério da Justiça como operador de telex e segurança dos ministros. Ao voltar para o seu estado natal, ingressou no MPF em maio de 1978, sendo designado chefe do Setor de Apoio Administrativo. Em 2010, Seu Chico completaria 32 anos de serviços prestados ao Ministério Público Federal e 18 anos de serviços em Campina Grande.

“Quando se fala na Procuradoria da República em Campina Grande, logo vem o nome do nosso amigo Francisco de Assis Almeida Silva, pela sua dedicação, zelo e competência desde sempre. Seria uma justa homenagem”, escreveu a servidora Rejane Montenegro.

O MPF em Campina Grande existe há 21 anos e sempre funcionou em local alugado. A inauguração do novo prédio, construído para o órgão, está prevista para ocorrer no dia 3 de junho de 2014, às 16h30.

🔥23 Total de Visualizações