Presidente do TRT10 recebe coordenador do Sindjus para tratar da greve

O coordenador-geral do Sindjus Cledo Vieira esteve reunido, no final da manhã desta segunda-feira (21), com o presidente do TRT da 10ª Região, desembargador André Damasceno, para tratar do calendário de greve, aprovado em assembleia-geral, com início para o próximo dia 06 de agosto. A intenção do sindicato foi esclarecer os motivos da greve e afirmar que, como é de costume ocorrer na 10ª Região, a negociação da recomposição do serviço paralisado se dá após o encerramento da greve.

Cledo enfatizou que a greve não é contra o TRT10, mas no sentido de construir a negociação entre Poder Judiciário e a presidenta Dilma. O presidente entendeu a motivação da greve e declarou que a recomposição de serviço pode sim ser negociada posteriormente. Afirmou também que a presidência está de portas abertas para receber o sindicato como é costume na 10ª região.

Serviço médico em Taguatinga

O Sindjus, atendendo a reivindicação dos servidores das Varas de Taguatinga, levou ao presidente à preocupação com a saúde daqueles trabalhadores, uma vez que não basta colocar um médico, mas tem que ter um posto de saúde. O presidente disse que tinha conhecimento do problema e que embora a implantação de um posto de saúde seja difícil de ser concretizada, está buscando saídas alternativas que contemplem o pleito dos servidores.

Passivos

Cledo cobrou o pagamento dos passivos, principalmente, aqueles que dizem respeito aos aposentados. O presidente disse que esse pagamento é muito complexo, pois não há sobra orçamentária, mas se comprometeu a fazer um levantamento e levar essa questão pessoalmente ao CSJT. O Sindicato também se colocou à disposição para fazer intervenção junto ao Conselho.

🔥14 Total de Visualizações