Servidores marcham pela Esplanada e protestam em frente ao Palácio do Planalto

hvor hurtigt virker amlodipin

blodtryksmedicin amlodipin

Os servidores do Judiciário e do Ministério Público em greve, depois de exigir respeito da ministra Miriam Belchior ao reajuste da categoria que está contido na proposta orçamentária encaminhada pelas instituições ao Executivo, em um movimento bastante barulhento em frente ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), desceram em marcha até o Palácio do Planalto.

Os servidores ocuparam a Esplanada dos Ministérios e desceram, na contramão, com faixas e bandeiras, até o Palácio do Planalto, onde interditaram pistas em frente à sede do Poder Executivo e fizeram um verdadeiro estardalhaço com buzinas, apitos, cornetas e palavras de ordem. Sem dúvida alguma, o recado foi dado. Os servidores, com bravura, cobraram que ela, a presidenta Dilma, respeite a autonomia orçamentária das instituições.

Animados com a notícia de que o presidente do STF, Ricardo Lewandowski, afirmou que a hora de negociar para garantir a recuperação o poder de compra já no próximo ano, os servidores voltaram a pressão para o Palácio do Planalto e se comprometeram a ocupar o TJDFT nesta sexta-feira (22), demonstrando que nada está garantido e que precisamos do apoio de todos os presidentes para efetivar a negociação com o Executivo.

Os coordenadores enfatizaram que é o momento de todos irem às ruas para forçar a negociação entre Judiciário/MPU e o Executivo, reforçando a pressão. Por isso é importante que todos não só adiram à greve como participem dos atos e assembleias. A proposta precisa ser encaminhada pelo Executivo ao Congresso Nacional até o dia 31 de agosto, estamos, portanto na reta final. Vamos redobrar os esforços e fazer valer nossa força.

Nesta sexta-feira, a partir das 14h, vamos ocupar o TJDFT, com atividade cultural. E às 16h o comando de greve vai se reunir para definir os próximos passos da nossa luta. Coragem! Determinação! Juntos, até a vitória!

🔥18 Total de Visualizações