Comando decide se reunir nos locais de trabalho segunda antes de votar destino da greve

Na tarde desta sexta-feira (29/8), o Comando de Greve se reuniu para discutir o futuro da nossa luta debatendo a conjuntura específica de greve em cada local de trabalho e também analisando o cenário geral de mobilização. Após os informes passados pela direção do sindicato, explicando detalhadamente tudo o que envolve o envio dos novos PLs ao Congresso Nacional no dia de hoje, tivemos cerca de três horas de debate sobre os dois caminhos que temos: a continuidade ou a suspensão da greve.

Nas avaliações por local de trabalho ficou clara que parte da categoria acredita que é possível ampliar a mobilização e vê a continuidade da greve como opção, enquanto outra parte relatou que já há refluxo considerável no quantitativo de servidores em greve e apoia a suspensão do movimento para que este não termine esvaziado comprometendo futuras mobilizações da categoria em momentos estratégicos tendo em vista o longo calendário orçamentário.

Como as opiniões do Comando de Greve estavam divididas, o consenso foi de que na segunda-feira (1º), às 12h, os locais de trabalho vão se reunir com seus respectivos comandos de greve para avaliarem a posição que vão levar para a assembleia-geral, às 15h, na Praça dos Tribunais (SAUS).

Todas as propostas de calendário e atividades elencadas no caso da greve continuar ou ser suspensa foram anotados e serão levadas para serem apreciadas pela assembleia-geral. Caso haja necessidade de ampliar o debate, novas assembleias serão convocadas até que haja uma decisão madura e consciente por parte dessa categoria que é responsável por tudo o que foi construído até agora. Portanto, é momento de reflexão, de pensar todas as consequências da suspensão ou da continuidade da greve.

🔥7 Total de Visualizações