Assembleia do MPDFT quer que Janot mantenha acordo e se empenhe na questão salarial

Nesta terça-feira (9), o Sindjus realizou assembleia-setorial no MPDFT para discutir o PL 7919/14, que além de tratar do reajuste salarial da categoria traz mudanças nocivas à carreira. O projeto de lei em questão é diferente do enviado pelo Judiciário, que diz respeito somente à questão salarial.

A decisão da assembleia é para que se mantenha o que foi acordado com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, desde o início. As discussões sobre carreira devem ser debatidas e encaminhadas num segundo momento, dando prioridade à recomposição salarial.

Com esse raciocínio, a assembleia defendeu que seja trabalhado o apoio de Janot à questão salarial, de modo que ele abra mão dos pontos que se referem à carreira. Outro posicionamento é de que qualquer discussão sobre rebaixamento de tabela deve ser revertida no congelamento de FCs e CJs.

E os servidores são unânimes em rejeitar qualquer aumento da jornada de trabalho. A categoria não aceita qualquer outra jornada que não a determinada pela Lei 8.112.

As assembleias setoriais no MPU continuam. Hoje, às 17h30, é na PRR (auditório do 12º andar)

🔥11 Total de Visualizações