Assembleias reforçam compromisso dos servidores com luta pelo reajuste

topiramat hovedpine

topiramat kokemuksia

Na semana passada, o Sindjus realizou assembleias setoriais no STM (6) e nos fóruns de Sobradinho (6), Santa Maria (7) e Planaltina (7) com o intuito de esclarecer as dúvidas da categoria, informar sobre os últimos acontecimentos envolvendo o reajuste e alimentar a chama de mobilização da categoria para o ato do dia 19 em frente ao STF.

A aprovação do PL 7920 pela Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP) da Câmara dos Deputados em tempo recorde, já que uma semana após o encerramento do prazo para apresentação de emendas o projeto foi votado e aprovado, renovou o ânimo dos servidores. A liminar proferida pela ministra do STF, Rosa Weber, ao MS 33186 determinando que o Congresso Nacional analise as propostas orçamentárias originais encaminhadas pelo Judiciário e MPU também contribuiu para motivar a categoria.

Os servidores tiraram dúvidas quanto à aprovação do projeto na CTASP e os desafios que serão enfrentados na Comissão de Finanças e Tributação (CFT). Os coordenadores explicaram que foi necessário um grande trabalho de articulação desenvolvido pelo Sindjus, que envolveu o relator, deputado Policarpo, para que o projeto pudesse ter sido aprovado cumprindo a decisão assemblear de privilegiar o reajuste e não as emendas.

Os servidores têm demonstrado interesse em saber mais sobre essas emendas e o sindicato tem detalhado que dentre aquelas que foram acatadas pelo relator, deputado Policarpo, estava a que mudava o nível de escolaridade exigido para ingresso no cargo de técnico, de médio para superior e frisaram que em momento algum tal emenda versava sobre remuneração ou algo que pudesse levar a criação de um “trem da alegria”.
Agora, não caberão emendas de mérito na CFT (entenda-se como emendas de mérito todas as que foram apresentadas na CTASP) e o objetivo continua sendo o mesmo: a celeridade na aprovação do reajuste.

Os coordenadores esclareceram também que o PL 7920 já tem relator na Comissão de Finanças – o deputado Manoel Junior (PMDB-PB) e que a partir desta segunda-feira (10) o prazo de cinco sessões para apresentação de emendas estará aberto, de modo que o sindicato busca audiência com o relator ainda nesta semana.

A partir desta terça-feira, as assembleias continuam no Judiciário e no MPU.

🔥22 Total de Visualizações