Dilma libera reajuste dos magistrados e deixa servidores na mão. Todos ao Congresso!

amlodipin actavis

amlodipine mha.dk

Segundo informação do presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves, a representantes do MPU, na tarde desta terça (16), o Palácio do Planalto autorizou a votação e aprovação do reajuste dos magistrados na sessão plenária que vai ocorrer na noite de hoje. O deputado afirmou que não há sinal verde, por parte do governo federal, para votar o reajuste dos servidores.

Os coordenadores do Sindjus estão no Congresso acompanhados de alguns servidores e vão realizar manifestação pela aprovação do reajuste. O sindicato convoca todos os servidores para se reunir ao grupo que já está na Câmara para dar força a esse protesto que tem o intuito de impedir que os projetos de magistrados/membros do MPU se descolem do reajuste dos servidores.

O sindicato vai cobrar que o presidente do STF, Lewandowski, e o PGR, Janot, cumpram a promessa de manter atrelado o reajuste de servidores ao de magistrados e membros do MPU aprovando todos em conjunto. Os coordenadores vão ao Supremo exigir que o ministro Lewandowski vá ao Palácio do Planalto impedir que novamente os servidores fiquem na mão.

Os servidores precisam atender o chamado do sindicato e lutar pelo reajuste, constrangendo os parlamentares e chamando a atenção do presidente Lewandowski e do PGR, Janot, para nosso pleito. Há um protesto de índios e há muita dificuldade de ter acesso ao Congresso, mas o sindicato já está com faixas na entrada do Anexo II.

O Sindjus propõe manifestação no Congresso Nacional nesta terça e na quarta-feira em prol do reajuste. O momento é de união e de luta. A presença de cada servidor é fundamental para pressionarmos pela aprovação dos PLs 7919 e 7920.

🔥23 Total de Visualizações