Estado de mobilização: Sindjus de olho nas atividades do Congresso Nacional

O ano começou com o Congresso Nacional tendo de fechar o calendário orçamentário de 2014. Mas por enquanto só aconteceu a eleição dos novos presidentes da Câmara, deputado Eduardo Cunha, e do Senado, Renan Calheiros, no dia 1º de fevereiro.

As movimentações na Câmara e no Senado, por enquanto, estão mais voltadas para os bastidores nas articulações para formar as comissões, buscando atender os interesses partidários, do que para destravar a pauta que segue trancada por vetos presidenciais.

Somente uma sessão do Congresso Nacional pode votar a LOA 2015. É bom frisar que ainda não há convocação alguma nesse sentido. O consultor legislativo do Sindjus, Antônio Augusto Queiroz, afirmou que por enquanto só há mesmo movimentações no sentido de formar as comissões, que deve ocupar também a próxima semana.

Depois de definida as comissões, a tendência é que o Congresso Nacional seja esvaziado na semana do carnaval. Fica, portanto, a expectativa de um esforço concentrado na última semana de fevereiro para votações importantes que permitam o encerramento do calendário de 2014 e o início das atividades da nova legislatura.

O Sindjus prepara a categoria para uma invasão ao Congresso Nacional na última semana de fevereiro, mas afirma que é bom que todos mantenham o estado de mobilização, pois embora tudo indique que ficará para a última semana deste mês a sessão do Congresso Nacional pode ser convocada a qualquer momento pelo presidente Renan Calheiros.

O sindicato está de olho nas atividades do Congresso Nacional e vai chamar os servidores assim que houver definição da sessão do Congresso Nacional e também a formação das comissões, para pressionar pela aprovação do PL 7920 na CCJ e do PL 7919 na CFT. O Sindjus vai conversar com os novos presidentes dessas comissões explicando a importância de aprovação imediata desses projetos. A pressão será para que os relatores sejam designados apresentando seus relatórios o quanto antes.

Segundo a Direção do Sindjus é necessário fazer uma ofensiva sobre os parlamentares, uma mobilização capaz de incomodar os deputados e, futuramente, senadores, para que nossos projetos tramitem de forma célere. Nossa presença no Congresso Nacional será, portanto, fundamental para aprovação dos PLs 7919 e 7920.

Qualquer novidade, os servidores serão chamados à luta por meio do nosso site, de email, de sms… fique atento!

🔥7 Total de Visualizações