Delcídio revela que vai construir negociação

Sindjus alerta que é necessário intensificar mobilização, pois não é a primeira vez que ouvimos essa história

O senador José Maranhão, relator do PLC 28/15, cumpriu o que prometeu ao Sindjus colocando o seu parecer na pauta, articulando o apoio da bancada do PMDB e buscando sua votação. Os coordenadores do Sindjus Cledo Vieira, Jailton Assis, José Oliveira (Zezinho), ao lado de delegados sindicais e servidores, e do diretor-geral do STF, Amarildo Oliveira, acompanharam a reunião.

Já passava do meio-dia desta quarta-feira (6) quando o PLC 28/15 – reajuste dos servidores do Judiciário – entrou em discussão na CCJ do Senado quando o líder do governo, senador Delcídio Amaral (PT-MS), pediu vista. Imediatamente, o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) pediu vista conjunta, o que faz com que a matéria volte à pauta da próxima reunião.

A articulação desenvolvida pelo Sindjus junto a todos os senadores da CCJ fez com vários se pronunciassem favoráveis ao projeto. Apesar de um belo discurso do Senador Walter Pinheiro, não conseguiu mudar a estratégia do governo, que já teve varias oportunidades, segundo manifestação do Senador Romero Jucá, e sempre se mostrou intransigente.

O senador Romero Jucá (PMDB/RR), relator-geral da PLOA-2015, fez um depoimento falando em nome da bancada do PMDB, enfatizando o que já tinha dito ao Sindjus, durante reunião, no dia 28 de abril. Afirmou que o PMDB vai cumprir o compromisso que é tendo a lei aprovada buscar ainda para este ano suplementação de recursos para atender servidores do Judiciário e MPU.

Após a reunião da CCJ, o coordenador-geral do Sindjus Jailton Assis acompanhado das delegadas sindicais Eliane Alves e Sandra Menezes, e da presidenta do Sintrajuf/PE, Kátia Albuquerque, conversaram, em particular, com o líder do governo, senador Delcidio Amaral, que explicou ter revelado ao ministro Lewandowski que pediria vista com o compromisso de construir o entendimento orçamentário com o Palácio do Planalto. Afirmou que também conversou com o Planalto de que este seria o caminho para se construir uma possibilidade real de votação do PLC 28/15 não só na CCJ, mas no Plenário do Senado.

Em várias ocasiões ouvimos essa conversa, na CFT, na aprovação do reajuste dos magistrados. Devemos conversar com o senador, mas não dá para acreditar novamente. O Sindjus já articula reunião entre STF e Delcídio Amaral. Mas temos que continuar pressionando.

O Sindjus exige que o ministro Lewandowski atue com firmeza neste momento decisivo para a aprovação do reajuste dos servidores do Judiciário e não aceitará qualquer enrolação no Senado ou manobras do Planalto que adiem a tramitação do PLC 28.

A senadora Rose de Freitas fez uma manifestação muito importante em favor do PLC 28 e garantiu que o adiamento será só de uma semana, que a CCJ vai votar nosso projeto na próxima semana. Devemos cobrar da senadora este compromisso pedindo que a sabatina do CNMP não ocorra na quarta (13) para não prejudicar nossa estratégia de aprovação da matéria.

🔥36 Total de Visualizações