DG do STF afirma que negociações com Executivo continuam com aval de Dilma

Na tarde desta segunda-feira (29/6), ao final da marcha realizada da Catedral ao Palácio do Planalto, os coordenadores do Sindjus Eugênia Lacerda e José Rodrigues Costa, acompanhados de dirigentes da Fenajufe, estiveram reunidos com o diretor-geral do STF, Amarildo Vieira de Oliveira, para, mais uma vez, rechaçar a contraproposta feita pelo governo e cobrar empenho na aprovação do PLC 28 nesta terça-feira no Plenário do Senado.

Amarildo informou que as negociações com o governo para melhoria da contraproposta do governo apresentada na semana passada foram retomadas com o aval da presidente Dilma. O DG, inclusive, revelou que nesta terça-feira (30) tem reunião agendada com o secretário-executivo do Ministério do Planejamento, Dyogo Henrique de Oliveira. Tal reunião não aconteceu hoje porque Dyogo e setores designados pelo governo para negociar estavam com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para tratar do PLC 41.

Os dirigentes sindicais insistiram que o STF busque a concretização da negociação em tempo hábil para que o PLC 28 possa ser votado e aprovado na sessão deliberativa do Plenário do Senado desta terça-feira. Amarildo afirmou que o STF não tem pressa na votação, mas para concluir a negociação. Reiterou o posicionamento da semana passada quando ponderou que o STF pode pedir o adiamento da votação caso a negociação não esteja concluída.

Os coordenadores do Sindjus entregaram ofício destinado ao ministro Lewandowski com as deliberações da Assembleia-Geral do dia 26 de junho.

🔥6 Total de Visualizações