Ato em frente ao Palácio da Alvorada garante canal de comunicação com Executivo

No final da tarde desta segunda-feira (6/7), durante Assembleia-Geral realizada no TSE, a Diretoria teve a informação de que a presidente Dilma se reuniria logo mais com o Conselho Político do governo no Palácio da Alvorada. Ao final da Assembleia, os coordenadores do Sindjus convidaram os servidores para realizar um ato no local. Cerca de vinte e cinco servidores acompanharam os dirigentes sindicais com faixas, apitos e buzinas, fazendo muito barulho em frente ao Palácio da Alvorada, chamando a atenção da imprensa e da segurança presidencial. O grupo recebia os carros de parlamentares e ministros com pedidos de apoio ao PLC 28/15.

Enquanto isso, do lado de dentro, participavam do encontro com os partidos da base aliada, além de Dilma e do vice Michel Temer, o advogado geral da União, Luiz Fernando Adams, e os ministros Nelson Barbosa e Aloysio Mercadante.

O assessor da Secretaria-Geral da Presidência Wlamir Martinez e o secretário-adjunto da Secretaria de Relações Político-Sociais, Geraldo Magela de Trindade, em nome do secretário desta pasta, Wagner Caetano, procurou o grupo para oferecer um canal de diálogo com o governo. A princípio ofereceram uma reunião com o secretário de Relações de Trabalho, Sérgio Mendonça. O grupo se reuniu, discutiu e rejeitou a proposta, em razão de ele não ter poder para influenciar a sanção presidencial do PLC 28/15.

Os assessores em questão fizeram novo contato com o Planalto e chegaram com uma nova proposta de reunião com o ministro adjunto do Ministério do Planejamento, Dyogo Henrique de Oliveira, ou com o secretário-executivo adjunto do MPOG, Guilherme Estrada Rodrigues, na quinta (9/7) ou sexta-feira (10/7).

O grupo colocou a proposta em discussão e, por consenso, decidiu aceitá-la e finalizar o ato, uma vez que seus objetivos haviam sido alcançados: chamar a atenção das autoridades e da imprensa e abrir um canal de diálogo com o governo.

É importante ressaltar que a Diretoria reafirma seu compromisso de defender a sanção do PLC 28 na integralidade e que qualquer contraproposta apresentada pelo Executivo será levada imediatamente à Assembleia-Geral.

Não devemos nos iludir com novas reuniões. Continuemos mobilizados e pressionando até a sanção do PLC 28.

🔥12 Total de Visualizações