Justiça Federal arrecada mais do que gasta e reduz estoque de ações

Segundo dados do Relatório Justiça em Números, divulgados no segundo semestre de 2014, as despesas totais da Justiça Federal – composta por cinco Tribunais Regionais Federais (TRFs) – somaram aproximadamente R$ 7,8 bilhões no ano de 2013 enquanto que sua atuação arrecadou aproximadamente R$ 15,7 bilhões para os cofres públicos, em sua maior parte, vinda das execuções extrajudiciais fiscais.

Assim, o referido ramo da Justiça promove a arrecadação de montante superior ao seu gasto total, obtendo, assim, retorno financeiro equivalente ao dobro de suas despesas. Mais uma vez, o Sindjus insiste que a Justiça é superavitária e que a valorização dos servidores não é um prejuízo, mas um investimento ao governo.

Enquanto a arrecadação garantida pela atuação da Justiça Federal aumenta, o poder de compra dos servidores diminui. O único aumento dos servidores está relacionado às pesadas metas impostas pelo CNJ levando ao crescente adoecimento e endividamento da categoria. Portanto, além da relevância da prestação jurisdicional, os servidores da Justiça Federal dão lucro para o Estado.

🔥13 Total de Visualizações